Translate

Mais 992 famílias recebem casa própria em Feira de Santana


Cerca de mil famílias serão beneficiadas com a inauguração, nesta sexta-feira (5), de mais quatro empreendimentos residenciais do Programa Minha Casa, Minha Vida, em Feira de Santana. Às 9h , o governador Jaques Wagner vai entregar os Residenciais Asa Branca 1, 2, 3 e 4, com investimento total de R$ 56,544 milhões, recursos do Fundo de Arredamento Residencial.
São 992 novas unidades para as famílias com renda de até R$ 1,6 mil. Os empreendimentos contam com dois quartos, sala, banheiro, área de serviço, cozinha, centro comunitário, quadra de futebol, parque infantil e áreas verdes.
Mais habitação
Feira de Santana já ocupa o terceiro lugar no país em número de unidades residenciais construídas pelo Programa Minha Casa, Minha Vida. Já foram inaugurados 18 empreendimentos na cidade, outros 24 estão em fase de construção e cerca de 30 mil pessoas foram beneficiadas. No total, serão 19 mil novas unidades habitacionais no município, com investimento superior a R$ 1 bilhão.
Na Bahia, o total de contratação do Programa Minha Casa, Minha Vida, pelo Fundo de Arredamento Residencial, foi de 65.403 unidades habitacionais. A Bahia foi ainda o primeiro estado a atingir, em oito meses de programa, a cota de 32.000 unidades destinada a famílias com renda mensal de até R$ 1.600,00.
Fonte: Secom

Estado investe cerca de R$ 100 milhões em obras de macrodrenagem na capital baiana

O governo estadual, por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur), deu início ao processo licitatório para executar duas importantes obras de macrodrenagem em Salvador – a primeira etapa do Rio do Canal Bonfim/Massaranduba e as obras do Rio do Cobre e Dique do Cabrito, que juntas representam investimento de aproximadamente R$ 100 milhões. As licitações serão realizadas via Regime Diferenciado de Contratação (RDC), conforme publicado na edição desta quarta-feira (3) do Diário Oficial do Estado.

As obras no Rio do Canal Bonfim/Massaranduba preveem a construção de canal artificial, retificação de canal natural e parque linear com a destinação de recursos da ordem de R$ 71,6 milhões. A área de intervenção possui 2,14 quilômetros de extensão, beneficiando os bairros do Bonfim, Boa Viagem, Massaranduba, Uruguai e Largo de Roma. A previsão de conclusão dos serviços é de até 18 meses após o início das obras.
Com investimento previsto de quase R$ 28 milhões, as obras do Rio do Cobre e Dique do Cabrito consistem de ações integradas na região da Bacia do Subúrbio, como o manejo de águas pluviais, intervenções de infraestrutura no leito do canal e melhoria da calha.
Para o secretário estadual da Casa Civil em exercício, Carlos Mello, esta é uma iniciativa que vai impactar de forma positiva na vida da população destes bairros. “A obra vai dar mais fluidez ao acúmulo de águas em períodos de grande chuva. Isso vai reduzir significativamente o risco de alagamentos na região”.

CONVITE | “PDDU e o Planejamento Urbano nas Metrópoles” c/ Nabil Bonduki _ 12/09/2014

No dia próximo 12 de setembro de 2014 (sexta-feira), às 18h00, no Auditório do SINDAE (Rua General Labatut, Nº 65, Barris, Salvador - na rua da Biblioteca Central), acontecerá o debate sobre PDDU e o Planejamento Urbano nas Metrópoles", com Nabil Bonduki, Professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP  (FAUSP) e vereador do PT de São Paulo. Nabil Bonduki foi o relator do recém aprovado Plano Diretor de São Paulo - elogiado pela ONU como bom exemplo de planejamento urbano participativo e urbanismo social. Na oportunidade, Nabil apresentará os avanços e compartilhará experiências com a plenária sobre o processo de revisão e aprovação do Plano, com o objetivo de potencializar a participação dos presentes no atual processo de revisão do PDDU de Salvador e da elaboração do Plano Salvador 500 pela Prefeitura Municipal. O debate ainda contará com a colaboração da Prof. Ângela Gordilho (PPGAU-UFBA), coordenadora da Residência de Arquitetura, Urbanismo e Engenharia da UFBA.
O Plano Diretor Estratégico de São Paulo teve em seu processo de revisão discussões abertas, oficinas, audiências públicas e recebeu, inclusive, contribuições enviadas através da internet. O referido Plano traz importantes avanços, a exemplo da criação da Cota Solidária - que obriga a cada nova construção de grande porte destinar 10% de área para a construção de habitação de interesse social, bem como instituiu o coeficiente básico igual a 1 em toda cidade.

Ações de segurança nas rodovias e criação e fortalecimento dos Conselhos municipais foram temas discutidos na reunião da CT de Mobilidade


O Conselho Estadual das Cidades (ConCidades) realizou na manhã desta sexta-feira, 29, no Departamento de Infra Estrutura de Transportes da Bahia (DERBA), a Reunião da Câmara Técnica (CT) de Mobilidade. No encontro, a superintendente de Planejamento e Gestão Territorial da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (SEDUR), Lívia Gabrielli, abordou a necessidade da criação de conselhos para cada município do estado, além da consolidação dos conselhos já existentes.
Segundo a superintendente, o trabalho já foi iniciado no sul do estado, onde cada câmara já possui representação. “Os conselhos têm um potencial enorme de atender o estado da Bahia como um todo”, sustenta Lívia.
Na segunda parte do encontro, a representante do DERBA, gerente de Segurança no Trânsito, Aidê Guerreiro, discutiu as políticas de segurança nas rodovias do estado e afirmou que o principal objetivo do órgão é promover conforto e segurança nas estradas. Segundo ela, a segurança nas rodovias baianas deve ser tratada de forma multidisciplinar, porque envolve problemas sociais, econômicos e laborais.
Aidê explicou que existem diversas ações com o sentido de diminuir o número de acidentes de trânsito. A gerente afirmou ainda que o DERBA participa desde 2007 do Observatório da Violência, com enfoque na violência no trânsito, e que o Estado da Bahia trabalha com as metas da resolução “Década de Ações para Segurança no Trânsito”, das Organizações das Nações Unidas, que estabelece a redução de acidentes em 50% até 2020.
O diretor de Logística do DERBA, José Carlos Rodrigues, que também estava presente na reunião, afirmou que mais importante do que o custo ou a distância da rodovia, é a segurança, que deve ser o fator de maior peso. “Temos todos um só pensamento: o de melhorar a segurança”, concluiu.
Demais Câmaras Técnicas
Durante o dia, outras reuniões das câmaras técnicas ocorreram em diferentes espaços. No Auditório da Casa Civil, a Câmara de Saneamento e GT Resíduos se reuniu no intuito de discutir, dentre outros temas, a construção do Termo de Referência para elaboração de Planos e Projetos de Saneamento Básico.
Simultaneamente, na sala de treinamento do DERBA aconteceu a reunião da Câmara Técnica de Planejamento e Gestão Territorial Urbano (PGTU), em que foram expostas as experiências dos Conselheiros em seus Municípios, além da discussão sobre a elaboração do Plano de Ação do Programa de Assistência Técnica aos Municípios (PRAT).
No Auditório da Secretaria de Educação foi realizada a reunião da Câmara Técnica de Habitação. Neste espaço, os Conselheiros trataram das questões envolvendo o planejamento participativo do Plano de Ação do GT Urbanização dos seminários e reuniões aprovadas e realizaram uma mesa redonda sobre o Fórum de Pós Ocupação.
Fonte: Ascom/Sedur

ConCidades realiza reuniões das Câmaras Técnicas nesta sexta-feira, em Salvador

O Conselho Estadual das Cidades (ConCidades) realiza nesta sexta-feira (29), no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador, as reuniões das Câmaras Técnicas de Saneamento e do Grupo de Trabalho (GT) de Resíduos; Habitação; Planejamento e Gestão Territorial Urbana (PGTU); e Mobilidade.

A reunião da Câmara de Saneamento e GT Resíduos será realizada das 8h30 às 17h30, no Auditório da Casa Civil. A pauta da reunião será a construção do Termo de Referência para elaboração de Planos e Projetos de Saneamento Básico, o processo participativo do Termo de Referência no Plano Estadual de Saneamento (PESB/BA), e discussão do potencial de criação e fortalecimento dos Conselhos Municipais.

Simultaneamente, na sala de treinamento do DERBA acontecerá, das 8h30 às 12h30, a reunião da Câmara Técnica de Planejamento e Gestão Territorial Urbano (PGTU), onde serão expostas as experiências dos Conselheiros em seus Municípios. Além disso, os membros do conselho vão discutir a elaboração do Plano de Ação do Programa de Assistência Técnica aos Municípios (PRAT).

Ainda pela manhã acontecerá a reunião da Câmara Técnica de Mobilidade, também no DERBA, das 8h30 às 12h30. O grupo vai discutir o potencial de criação e fortalecimento dos conselhos municipais e serão informados os resultados dos encaminhamentos do último encontro. O representante do DERBA discutirá “Política de Segurança” nas rodovias baianas. No mesmo dia, às 14h ocorrerá uma visita às instalações do Metrô de Salvador com os Conselheiros da Câmara Técnica de Mobilidade.

A reunião da Câmara Técnica de Habitação e GTs será realizada no Auditório da SEC. Pela manhã, os Conselheiros vão tratar das questões envolvendo o planejamento participativo do Plano de Ação do GT Urbanização dos seminários e reuniões aprovadas. Na tarde, acontecerá uma mesa redonda sobre o Fórum de Pós Ocupação.

Programa capacita conselheiros do ConCidades

DSC_1047

Com o objetivo de promover o processo de aperfeiçoamento da Câmara Técnica de Saneamento do Conselho Estadual das Cidades (ConCidades) e do Conselho Consultivo da Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), começou nesta quinta (14) o Programa de Capacitação de Conselheiros (2014-2016), promovido pela agência.
O objetivo é prover informações associadas à gestão do saneamento básico no Estado, de forma que os conselheiros possam desenvolver e aprimorar competências direcionadas para o exercício de suas atribuições.
Após o discurso de abertura do Diretor da AGERSA, Carlos Henrique Martins, nesta quinta-feira, 15/08, os trabalhos foram iniciados, com o professor da UFBA, Luiz Roberto Moraes. O acadêmico falou sobre a Política Federal de Saneamento Básico.
Luiz Roberto fez uma análise sobre o processo histórico das políticas de saneamento básico no Brasil, além de destrinchar a legislação relacionada a mesma matéria, no país. Ele deu importância especial a Lei Nacional de Saneamento Básico e à Política Federal de Saneamento Básico. No segundo momento de sua palestra, o professor abordou questões referentes à discussão da Lei Estadual de Resíduos Sólidos e debateu o papel o papel dos conselheiros do ConCidades.
Ainda no primeiro dia, no período da tarde, a engenheira da EMBASA, Maria Valéria Ferreira, falou sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos, além do processo de elaboração da Lei nº 12.932/2014 – Política Estadual de Resíduos Sólidos.
A engenheira fez um panorama geral sobre a questão dos resíduos sólidos no país, abordando as minúcias da Política Nacional. Maria Valéria ainda conceituou uma série de aspectos da base legal da Lei Estadual de Resíduos Sólidos, explanando todo o processo de elaboração da mesma. Foram abordados desafios institucionais, sociais, culturais, econômicos, além de demonstrar as diferenças entre os Planos de Resíduos Sólidos e o de Saneamento Básico.
O coordenador de Resíduos Sólidos da SEDUR, Mateus Cunha, fechou o dia dando continuidade a temática proposta por Maria Valéria. O técnico conceituou a questão dos resíduos sólidos, a diferença relacionada ao rejeitos e classificando os mesmos quanto sua origem.
Em sua palestra, Mateus falou sobre os princípios fundamentais da Política Estadual de Resíduos Sólidos, além de objetivos, diretrizes, instrumentos e a tipificação dos Planos de Resíduos Sólidos.
Segundo dia
Na segunda metade do programa de capacitação, nesta sexta (15), foi discutida a concessão de Serviços Públicos e a Lei nº 11.107/2005, das Normas Gerais de Contratação de Consórcios Públicos, com a assessora Luciana Menezes Silva. Na ocasião foi promovido ainda um debate sobre os temas que antecederam a matéria.
À tarde, uma reunião do Conselho Consultivo da AGERSA foi realizado, dando fim às atividades da ação que visa contribuir com a prática da participação e controle social nas políticas públicas de saneamento básico.
Fonte: Ascom/Sedur

Governador entrega viaduto do Imbuí e via marginal nesta segunda-feira

Nesta segunda-feira (18), às 8h30, o governador Jaques Wagner entrega mais dois acessos importantes para quem utiliza a Avenida Luís Viana Filho, a Paralela. Uma das obras, o segundo viaduto que faz parte do Complexo Viário do Imbuí, no sentido Imbuí–Paralela, permitirá que condutores que trafegam pelo bairro em direção ao centro da cidade, possam utilizar o trecho, e evitem o retorno próximo ao supermercado Extra, melhorando significativamente o trânsito naquela região. O novo viaduto possui 380 metros de extensão, duas faixas no mesmo sentido, além de sinalização e iluminação.

Outro acesso que será entregue na próxima segunda é a via marginal que liga a descida do viaduto da Avenida Luís Eduardo Magalhães à entrada do Imbuí. A nova via, que continua até o supermercado Extra, possui três faixas, sinalização vertical e horizontal e iluminação. Essas intervenções fazem parte do Programa Mobilidade Salvador, um pacote de obras que está recebendo investimentos de R$ 8,5 bilhões dos governos estadual e federal para construção de novas vias na cidade.
Os profissionais de imprensa interessados na cobertura do evento devem estar às 8h em frente ao Quartel do Exército, onde entrarão numa van com o governador para percorrer o novo trajeto e acompanhar a inauguração.
Fonte: Secom